19ª Sessão Ordinária de 2020

Por bruno.ctp em ter, 07/07/2020 - 15:47
Imagem Principal
Vereadores acompanham 19ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Franca
Texto Principal

Munícipe discorda de Santa Casa: “Meu pai não morreu de covid-19”

Um óbito supostamente causado pelo novo coronavírus (covid-19) foi o tema de uma fala na Tribuna Livre na manhã desta terça-feira, 07, durante a 19ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Franca. A munícipe Verônica Aparecida Almeida de Jesus duvidou que seu pai, Vilardo de Almeida, 81, tenha morrido em decorrência do vírus.

Segundo ela, seu pai, que era hipertenso, começou a sofrer de falta de ar no último dia 27 de junho. Foi atendido quatro vezes na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim Anita e, em seguida, no Pronto-Socorro “Dr. Álvaro Azzuz”, referência para o atendimento de coronavírus na cidade. Verônica perguntou a todos os médicos que o atenderam se o seu pai estaria com covid-19, mas os profissionais negaram que o idoso estivesse portando o vírus.

Apenas depois de Vilardo ter sido internado no Hospital do Coração (integrante do Complexo Santa Casa de Misericórdia de Franca) é que a equipe de saúde alegou pela primeira vez que ele estava com suspeita de ter contraído o novo coronavírus e ficaria isolado. Ele faleceu no dia 29 de junho.

Quando meu pai foi internado, voltei para casa com o coração angustiado. Ele estava com falta de ar, mas falando e andando. Meu pai foi morto lá [no Hospital do Coração], ou por excesso de medicação ou por negligência médica. Ele não morreu de covid-19. Não pude me despedir dele, e meu pai foi enterrado como bicho. Quero respostas e a verdade, declarou Verônica, emocionada.

Ela acrescentou que a causa da morte declarada no atestado de óbito de Vilardo era broncopneumonia com suspeita de covid-19. Para a munícipe, se havia suspeita, a Vigilância Epidemiológica da cidade deveria ter contatado os familiares do paciente para orientá-los, mas não o fez.

Os vereadores lamentaram o ocorrido e prestaram sentimentos a Verônica, como o presidente da Câmara, Pastor Palamoni (PSD); Pastor Otávio Pinheiro (PTB); Marco Garcia (Cidadania); e Corrêa Neves Jr. (PSD). O discurso da munícipe pode ser assistido na íntegra pelo Youtube e pelo Facebook.

 

Vereadores na Tribuna – 07/07/2020

Confira abaixo um resumo do discurso de cada um dos vereadores que usou a Tribuna no Expediente da 19ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Franca durante a manhã de hoje, 07.

 

1)      Pastor Otávio anuncia vacinação contra gripe suína e alerta para falta de leitos de UTI

No início da sua fala, o vereador Pastor Otávio Pinheiro (PTB) questionou o motivo da baixa qualidade de áudio durante as sessões da Câmara. Em resposta, o presidente da Casa de Leis, Pastor Palamoni (PSD), informou que o aprimoramento do sistema passa por licitação, que foi prejudicada pela pandemia do novo coronavírus. Ele acrescentou que o som da TV digital está ruim, mas o das transmissões pelo Facebook e Youtube apresenta melhor qualidade.

Em seguida, Pastor Otávio informou que a vacina contra H1N1 (gripe suína) está disponível em todas as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) da cidade. Para se imunizar, basta levar RG, CPF, cartão SUS e, se possível, carteira de vacinação. O parlamentar também repercutiu a crise dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para pacientes com covid-19 no município:

O que mais preocupa é o fato de não haver vaga de UTI. Temos que nos unir e empreender todos os esforços. Precisamos de ações urgentes para termos o problema resolvido. Estou contatando deputados estaduais por email e correio para pedir a ampliação de leitos de UTI em Franca. Tentei ligar, mas eles não atendem o telefone.

 

2)      Marco Garcia alerta que Franca chegou ao momento mais crítico da pandemia

Em seu discurso, o vereador Marco Garcia (Cidadania) também repercutiu a falta de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para tratamento do novo coronavírus em Franca e criticou o governo municipal:

O pico chegou. Estamos vivendo o momento mais crítico. O prefeito Gilson de Souza (DEM) precisa mostrar a cara para tranquilizar a população. Ele precisa dar entrevistas e fazer lives, porque ele é a autoridade mais importante do nosso município. O Secretário municipal de Saúde José Conrado Netto também precisa aparecer mais.

O parlamentar também cobrou responsabilidade de um dos hospitais particulares do município, que possui apenas um leito de UTI para 30 mil usuários. Por fim, ele pediu ao presidente da Câmara, o vereador Pastor Palamoni (PSD), que destinasse a verba em caixa da Câmara para os gastos com o Covid-19 no município. Em resposta, o chefe do Legislativo Municipal informou que o dinheiro poderá ser liberado, se for necessário.

 

3)      Adérmis quer união de vereadores, prefeito e deputados para garantir leitos

O vereador Adérmis Marini (PSDB) usou a palavra para cobrar mais leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para francanos infectados pelo covid-19. O parlamentar contatou o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, o qual anunciou que 20 leitos foram liberados para a cidade:

A falta de recurso e o acerto dos 17 leitos já instalados na Santa Casa é que estão impedindo a implementação dos novos leitos. Precisamos de mais 20 leitos a fim de preservar vidas e a devida internação às pessoas. Faço um apelo. Vamos todos nós cobrar o governo estadual e federal. Não há diferenças entre nós. Há o objetivo comum de salvar vidas. Não temos cor partidária, somos todos Franca.

Adérmis finalizou sua fala pedindo ao presidente da Câmara Municipal, o vereador Pastor Palamoni (PSD), marcar uma reunião entre os vereadores e representantes da Santa Casa, Prefeitura, deputados e governo estadual. 

 

4)      Corrêa Neves Jr. cobra prefeito Gilson de Souza por silêncio e morosidade

Em seu momento na Tribuna, o vereador Corrêa Neves Jr. (PSD) relembrou sua preocupação com a flexibilização de alguns setores econômicos da cidade e a abertura irrestrita das igrejas:

Virei meme, fui achincalhado na rua. Será que hoje alguém pediria para abrir tudo? Somos [os vereadores] muito diferentes, mas temos que superar nossas diferenças e dificuldades. Não vamos negar uma doença que está aí. Vamos ouvir os médicos. Não há leitos, e isso precisa ser resolvido, custe o que custar.

Corrêa também elencou duas incógnitas presentes em meio à pandemia: o que impede o encaminhamento da verba à Santa Casa e por qual motivo a Prefeitura demonstra agilidade em certas questões e vagareza em outras. O parlamentar também criticou o silêncio do prefeito Gilson de Souza (DEM) em meio à pandemia, considerando esta falta de liderança “inaceitável”.

 

5)      Carlinho Petrópolis cobra agilidade e transparência em repostas da Prefeitura sobre pandemia

A crise causada pelo novo coronavírus também foi o tema da fala do vereador Carlinho Petrópolis Farmácia (PL). Ele iniciou informando que a deputado estadual Delegada Graciela (PL) está empenhada em conseguir a liberação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Ela já disponibilizou 20 respiradores para o município.

Como presidente da Comissão Permanente de Saúde e Assistência Social da Câmara, Carlinho também afirmou estar cobrando autoridades das esferas municipal, estadual e federal:

Fazemos Requerimentos à Prefeitura, mas não obtivemos respostas. Leitos faltam em Franca há muito tempo. Precisamos de empenho e trabalho constante, e não só em tempo de pandemia. Precisamos também de união e ação de todos nós, com muita transparência e clareza para a população.  

 

O discurso dos vereadores pode ser conferido na íntegra pelo Youtube e Facebook.

 

 Câmara aprova créditos adicionais de R$ 709 mil

Na sua 19ª Sessão Ordinária, realizada hoje, 07, a Câmara Municipal de Franca aprovou, por unanimidade, o Projeto de Lei (PL) nº 35/2020. A matéria, de autoria do prefeito Gilson de Souza (DEM), autoriza a abertura de créditos adicionais no valor de até R$709.250,77.

Desse montante, R$ 96.081,21 serão utilizados para a concessão de benefícios eventuais na Secretaria de Ação Social; R$ 150 mil para a aquisição de um guindaste destinado ao manejo de sucata; R$ 300 mil para a manutenção dos serviços de segurança do Canil Municipal e coleta de resíduos de saúde; e R$ 163.169,56 serão remetidos à aquisição de materiais de consumo e equipamentos para a Secretaria de Educação.

“Nós vamos acompanhar como esse dinheiro será gasto. Temos problemas muito grandes no Canil Municipal, e esses R$ 300 mil nesse momento têm que fazer o local funcionar”, afirmou o vereador Ilton Ferreira (PL).

O Plenário também deu a sua chancela a quatro Requerimentos (sendo um em regime de urgência) e uma Moção de Aplausos. A 19ª Sessão Ordinária foi transmitida ao vivo pelo canal aberto digital 61.3, pelo Youtube (links: Expediente e Ordem do Dia) e pelo Facebook (links: Expediente e Ordem do Dia). Todos os itens na pauta podem ser conferidos na íntegra aqui.

Reunião

Durante a sessão, os vereadores decidiram realizar uma reunião com a presença de autoridades, a ser realizada na próxima sexta-feira, 10, às 14h, no Plenário da Câmara. Serão convidados deputados estaduais e representantes do Poder Executivo. O objetivo será discutir ações que podem ser tomadas em conjunto para combater a pandemia do novo coronavírus (covid-19).

(Comunicação Institucional Câmara)

Data da Sessão
Vídeos da Sessão