10ª Sessão Ordinária de 2020

Por bruno.ctp em ter, 05/05/2020 - 13:11
Imagem Principal
Vereadores acompanham a 10ª Sessão Ordinária de 2020 da Câmara Municipal de Franca
Texto Principal

Confira abaixo um resumo do discurso de cada um dos vereadores que usou a Tribuna no Expediente da 10ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Franca durante a manhã de hoje, 05.

1) Pastor Otávio felicita novo ministro e faz alerta contra fake news

O vereador Pastor Otávio Pinheiro (PTB) iniciou seu discurso com comentários sobre o novo ministro da Justiça e Segurança Pública do Brasil, André Mendonça.

O que me chamou a atenção é que o ministro é pastor presbiteriano. É um desafio muito grande. Com certeza ele terá oportunidade de fazer um bom trabalho, opinou o vereador.

Em seguida, o parlamentar chamou a atenção sobre a quantidade de fake news que tem circulado na cidade desde o início da pandemia do novo coronavírus. O próprio Pastor Otávio ouviu boatos de que o uso de máscara não era obrigatório, e condenou outros rumores como o sepultamento de caixões vazios.

O problema é que muita gente acredita nisso. Fica o alerta para as pessoas checarem essas informações, precisamos ter cuidado sobre o que é fato e o que é fake. A doença é uma realidade, ela mata e precisamos tomar todas as precauções, finalizou.

2) Carlinho Petrópolis sugere que Prefeitura invista R$ 1 mi em cestas básicas

O vereador Carlinho Petrópolis Farmácia (PL) destacou, inicialmente, que esta seria a sua primeira fala oficial como líder do PL na Câmara, conforme ofício protocolado ontem, 4, na Casa (veja o projeto aqui). O parlamentar, depois, elencou assuntos tratados pela Comissão Permanente de Saúde e Assistência Social da Câmara, órgão presidido por ele e composto também pelos vereadores Ilton Ferreira (PL) e Tony Hill (DEM).

Há falta de recursos e funcionários na Secretaria Municipal de Ação Social. Falaram que o Centro Pop foi fechado. Na verdade, ele está sendo reestruturado e vai mudar de local, que ainda será definido, explicou.

Por fim, Carlinho se mostrou preocupado com as cinco mil inscrições no Cadastro Único de Franca, o que é muito além da oferta de cestas básicas pela Prefeitura. O vereador pediu, então, que pelo menos R$ 1 milhão dos R$ quase 2,7 milhões de sobras da Câmara fosse gasto com cestas básicas.

3) Adérmis propõe fiscalização das compras da Prefeitura

O vereador Adérmis Marini (PSDB), em seu discurso na Tribuna, comentou sobre a necessidade de os membros do Poder Legislativo local fiscalizarem o Executivo. Um dos exemplos é a compra recente de cinco mil máscaras pela Prefeitura, no valor total de R$ 72 mil (R$ 14,40 cada unidade). Adérmis entrou em contato com o chefe de gabinete da Prefeitura, José Conrado Netto, para questionar o montante investido.

Netto explicou que as máscaras são do tipo N95, específicas para profissionais de saúde. Além disso, o produto está escasso no mercado.

Conversei com dois fornecedores de máscaras em Franca, e ambos não possuíam os itens em pronta entrega. O decreto baixado pelo prefeito que decreta calamidade pública autoriza a compra sem licitação de produtos destinados ao enfrentamento de emergência, informou o parlamentar.

Ele finalizou sua fala declarando que a classe política deve ser um instrumento de ajuda à população, zelando pelo dinheiro público e dando transparência aos gastos.

O discurso dos vereadores pode ser conferido na íntegra através do Facebook e do YouTube.

(Comunicação Institucional Câmara)

Data da Sessão
Vídeos da Sessão