Zezinho Cabeleireiro volta cobrar soluções para saúde ‘precisamos entender onde está a falha’

Por samuel.hc em Ter, 17/05/2022 - 13:08

VEREADORES NA TRIBUNA

Zezinho Cabeleireiro volta cobrar soluções para saúde ‘precisamos entender onde está a falha’

O vereador Zezinho Cabeleireiro (PP) fez uso da Tribuna na manhã desta terça-feira, 17 de maio, durante a 16ª Sessão Ordinária e iniciou falando sobre as dificuldades para atendimento de crianças no Pronto Socorro Infantil.

‘Tinham três crianças esperando vagas sendo uma de sete meses aguardando há quatro dias, e duas há três dias’ disse o vereador.  Zezinho lamentou o desespero dos pais ao verem os filhos à espera pelo atendimento e criticou ‘não é atendido do jeito que precisa’.

O parlamentar voltou a citar sobre a Moção de Repúdio nº 4 de 2022 de sua autoria ao Sistema Cross, à Santa Casa de Misericórdia de Franca, ao Departamento Regional de Saúde VIII, e para o Governador do Estado de São Paulo pelo atendimento desumanizado e ineficiente de saúde do município de Franca. ‘A gente precisa entender o sistema, não fiz contra a Santa Casa’ afirmou.

Zezinho citou ainda a visita que fez à Assembleia Legislativa (ALESP) em conjunto com o colega Marcelo Tidy (União) sendo recebidos pela deputada estadual Janaina Paschoal.

‘Uma das deputadas mais votadas do Brasil e ela nos disse que o sistema CROSS não manda respostas nem aos pedidos dela. Olha onde estamos chegando, e nós aqui em Franca, passando por esse problema, povo reclamando todo dia (...) nós precisamos entender onde está a falha’ enfatizou. E questionou ‘se não é o sistema CROSS que faz a regulação de vagas, então quem é?’.

O parlamentar falou sobre o requerimento feito questionando esclarecimentos sobre a situação e destacou ‘a Santa Casa fez um convite para os vereadores na próxima quinta-feira das 8h às 12h no Ambulatório Médico de Especialidades (AME) para gente entender como funciona o sistema porque não pode deixar a nossa população sofrendo’

O vereador ainda cobrou melhorias nas rodovias vicinais que ligam Franca ao Estado de Minas Gerais e lembrou da necessidade de acostamentos, sinalização e pavimentação. ‘Quantas pessoas já morreram nessas rodovias?’ questionou.

E finalizou destacando o encontro que teve com o diretor da Companhia de Desenvolvimento Habitacional (CDHU) e fez encaminhamentos para melhorias na cidade.

Saiba mais sobre as informações da Câmara Municipal de Franca pelas redes sociais FacebookYoutubeTwitter Instagram. E também pela TV Câmara pelo canal aberto digital 6.3

(Comunicação Institucional da Câmara)