Vereadores debatem regulação de vagas com direção da Santa Casa de Franca

Por samuel.hc em Qui, 19/05/2022 - 16:55

NOTÍCIAS – CÂMARA DE FRANCA

Vereadores debatem regulação de vagas com direção da Santa Casa de Franca

Um grupo de vereadores participou na manhã desta quinta-feira, 19 de maio, de um encontro com a direção da Santa Casa de Franca no Ambulatório Médico de Especialidades (AME) para obter informações sobre o funcionamento do sistema de regulação de vagas para internação de pacientes que dependem da rede pública de saúde.

O encontro contou com a presença dos vereadores Zezinho Cabeleireiro (PP), Lurdinha Granzotte (União), Ronaldo Carvalho (Cidadania), Lindsay Cardoso (Cidadania), Gilson Pelizaro (PT), Carlinho Petrópolis Farmácia (PL), Della Motta (PODE), Daniel Bassi (PSDB) e o vereador Marcelo Tidy (União) foi representado por assessor parlamentar.

Na oportunidade os gestores do grupo Santa Casa apresentaram os dados relacionados ao sistema operacional de regulação de vagas, o papel da instituição com o atendimento prestado aos pacientes e ainda foram feitos apontamentos para melhorar a estrutura e evitar os problemas que frequentemente geram reclamações dos munícipes e são encaminhados aos vereadores.

O assunto ganhou repercussão nas últimas semanas depois dos questionamentos feitos no Legislativo com a apresentação da Moção de Repúdio nº 4 de 2022 de autoria do vereador Zezinho Cabeleireiro (PP) ao Sistema Cross, à Santa Casa de Misericórdia de Franca, ao Departamento Regional de Saúde VIII, e para o Governador do Estado de São Paulo pelo atendimento desumanizado e ineficiente de saúde do município de Franca.

A proposta havia sido adiada por três sessões após amplo debate em Plenário, retornou à pauta na 16ª Sessão Ordinária na terça-feira, 17 de maio, e novamente a pedido do autor foi adiada por uma sessão.  

Zezinho Cabeleireiro (PP) destacou ‘o que precisava acontecer, aconteceu hoje, nós queríamos entender como funciona o sistema, a Moção de Repúdio foi feita questionando o sistema (...) e nós descobrimos que a falha está no Estado, inclusive a Santa Casa fez um papel muito bonito de ter recebido os vereadores‘

E enfatizou ‘são dúvidas que todo mundo tinha’. E acrescentou ‘foi muito importante essa explicação e sempre vamos ter essas reuniões’.  Após o encontro e o esclarecimento de dúvidas, o parlamentar ressaltou ‘A Moção de Repúdio vou pedir para retirar e vou fazer ao órgão que precisa ser melhorado’

O vereador Gilson Pelizaro (PT) falou sobre a importância do encontro e destacou ‘acho que foi muito bem esclarecido, as dificuldades que a Santa Casa tem para fazer o atendimento, são 280 leitos e estão todos ocupados, nem sempre a vaga surge imediatamente e demora um pouco mais e isso dá uma demanda nas UPAs e no Pronto Socorro’

Pelizaro acrescentou ‘precisamos de um ajuste na Moção de Repúdio que o Zezinho Cabeleireiro faz, e estabelecer quem são os verdadeiros culpados, quem tem deixado a desejar e ficou muito claro que não é por causa da Santa Casa’  

Santa Casa de Franca
Vereadores foram recebidos por gestores da Santa Casa na manhã desta quinta-feira, 19 de maio / Foto: Henrique Novais / Santa Casa de Franca / Divulgação 

A vereadora Lurdinha Granzotte (União) pontuou ‘a gente pode entender melhor como funciona o sistema de vagas e de atendimento, e as necessidades da Santa Casa’

O vereador Ronaldo Carvalho (Cidadania) disse ‘esse primeiro encontro foi uma linha de diálogo aberta e acredito que mais pessoas tem que participar, ou seja, o Legislativo, o Executivo, também Ministério Público para que se resolvam os problemas’

Daniel Bassi (PSBD) ressaltou ‘aproximação é muito importante, essa convergência de ideias entre a instituição e o Legislativo quem ganha é a população’. E acrescentou ‘a saúde pública tem três participações, municipal, estadual e federal, todos esses entes tem responsabilidade e têm que ser cobrados’

A vereadora Lindsay Cardoso (Cidadania) analisou ‘foi uma reunião bem proveitosa, explicaram sobre o sistema CROSS, vagas, leitos e a Santa Casa está fechando com déficit de mais de R$ 1 milhão todo mês, ou seja, R$ 12 milhões no ano e realmente está precisando de ajuda’

O Legislativo francano tem atuado com cobranças aos mais diversos órgãos melhorias para o atendimento da população.

Na última sessão, o vereador Della Motta (PODE) em sua fala na Tribuna apresentou as respostas do Ministério Público após ingressar com representação contra a Central de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde (CROSS).

No documento a promotoria indefere o pedido do parlamentar, porém aponta responsabilidade e sugere ‘para que tal situação seja solucionada há duas possibilidades: investimento para ampliação de leitos na Santa Casa de Franca e/ou atualização da grade de referência, sendo nos dois casos, dever e responsabilidade da Secretaria Estadual de Saúde’

Della Motta disse ‘nós vamos agora provocar mais uma vez nossos deputados estaduais e vamos também fazer a nossa parte junto ao Poder Executivo’. E concluiu ‘nós precisamos urgentemente aumentar também a questão de leitos na Santa Casa’

Saiba mais sobre as informações da Câmara Municipal de Franca pelas redes sociais FacebookYoutubeTwitter Instagram. E também pela TV Câmara pelo canal aberto digital 6.3

(Comunicação Institucional da Câmara)