Câmara retoma sessões e trabalho presencial na quarta que vem

Por bruno.ctp em ter, 14/04/2020 - 15:40
Imagem Principal
Vereadores se reúnem na Câmara para debater crise do novo coronavírus em Franca
Texto Principal

Em uma reunião realizada na tarde de hoje, 14, os vereadores da Câmara Municipal de Franca discutiram a pandemia do novo coronavírus na cidade. Os parlamentares decidiram que tanto o trabalho presencial dos servidores quanto as sessões ordinárias serão retomadas na quarta-feira da semana que vem, 22. A próxima sessão será realizada na quarta em virtude do feriado nacional de Tiradentes na terça-feira, 21.  

“Prosseguiremos os trabalhos com as restrições de sempre, evitando aglomerações e tomando todos os cuidados. Continuaremos a realizar as sessões sem público, por exemplo”, disse o presidente da Casa de Leis, o vereador Pastor Palamoni (PSD). Um Ato da Mesa deverá ser publicado nos próximos dias para oficializar as medidas (veja o que a Câmara já está fazendo nos links: https://franca.sp.leg.br/noticias/2020/04/camara-prorroga-home-office-para-conter-coronavirus e https://franca.sp.leg.br/noticias/2020/03/camara-restringe-acesso-a-sessoes-para-combater-coronavirus).

O chefe do Poder Legislativo local também informou que, na próxima sexta-feira, 17, às 14h, será realizada um encontro com o secretário municipal de Saúde, José Conrado Netto, e a secretária municipal de Ação Social, Eliete Neves, com o objetivo de levantar ideias sobre o que as autoridades – incluindo os vereadores – poderão contribuir para amenizar a crise do coronavírus. O evento será transmitido pelas contas oficiais da Câmara no Youtube (https://www.youtube.com/c/C%C3%A2maraMunicipaldeFranca1948) e Facebook (https://www.facebook.com/camaradefranca/).

“Apesar de estar com as portas fechadas, a Câmara continua em atividade. Alguns funcionários estão trabalhando em sistema de revezamento, e aqueles que não podem trabalhar presencialmente continuarão a fazer o teletrabalho (home office)”, esclareceu Palamoni.

 

Fundo emergencial

O presidente também se pronunciou a respeito de um ofício protocolado ontem, 14, pelo presidente do grupo Udecif (União de Defesa da Cidadania de Franca), Sidney Elias. O documento solicita a criação de um fundo emergencial para combater a pandemia, que seria criado por meio da redução dos salários dos vereadores em 30%, pelo prazo inicial de 90 dias. O fundo teria a destinação específica para aquisição de EPIs (equipamentos de proteção individual) aos profissionais de saúde.

“Como iremos retomar as sessões da Câmara, o ofício será lido durante o Expediente (período matutino) e depois será debatido juntamente com os vereadores”, afirmou Palamoni. Confira o ofício na íntegra aqui: https://sgl.franca.sp.leg.br/attachment/?id=88094.

 

(Comunicação Institucional Câmara)