Vereadores na Tribuna – 10/09/2019

Vereadores acompanham a 32ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Franca

Confira abaixo um resumo do discurso de cada um dos vereadores que usaram a Tribuna no Expediente da 32ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Franca, que ocorreu na manhã de hoje, 10.

 

1) Pastor Otávio relata ajuda a Alexandre e reuniões sobre transporte escolar

 

O vereador Pastor Otávio Pinheiro (PTB) iniciou seu discurso externando seus sentimentos à Márcia Ribeiro, noiva de Alexandre Martins Martinez, de 57 anos, que morreu no Hospital do Coração no mês passado após ter sofrido um infarto (veja mais aqui: https://franca.sp.leg.br/noticias/2019/09/problemas-na-rede-de-saude-sao-tema-da-tribuna). “Era de noite no final do semana quando ela [Raquel, sobrinha da Márcia] me ligou, mas eu contatei o Hospital do Coração. A funcionária me informou que o estado dele era grave, mas não havia vaga na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Precisamos ampliar as vagas de UTI em Franca. Se houvesse disponibilidade, quem sabe o quadro poderia ter sido revertido”, comentou o parlamentar.

Além disso, Pastor Otávio também comentou problemas de transporte escolar na cidade. Em reunião com o secretário municipal de Educação, Edgar Ajax dos Reis Filho, foi sugerido que os pais do Jardim Nossa Senhora das Graças transfiram seus filhos para o período matutino, e para duas escolas da região para viabilizar o transporte das crianças por meio de ônibus. Em 2020, mais um veículo deverá atender os jovens do bairro.

A mesma solução foi dada aos alunos que precisam de traslado do Jardim Bonsucesso para o Jardim Palmeiras, e vice-versa. “Fora do horário de aula, os jovens continuarão atravessando um cano da Sabesp para ir à escola. É preciso instalar uma passarela no local, mas o secretário de Serviços e Meio Ambiente, Adriano Tosta, afirmou que há dificuldades para fazer isso porque a Prefeitura não tem autorização do dono do terreno para implantar a ponte”, explicou o vereador.

Em aparte, o vereador Corrêa Neves Jr. (PSD) afirmou que munícipes não podem morrer à espera de atendimento, e que não há uma posição clara da Santa Casa sobre o caso de Alexandre. Sobre o transporte, Jr. também acredita que a solução ideal seria a construção de passarelas.

 

2) Della Motta informa ações de fiscalização em CREAS e creches da cidade

 

O vereador Della Motta (Podemos), inicialmente, comentou a morte de Alexandre Martinez (veja mais aqui: https://franca.sp.leg.br/noticias/2019/09/problemas-na-rede-de-saude-sao-tema-da-tribuna). “Os mais humildes são tratados neste naipe. Será que as coisas estão andando perfeitamente na nossa cidade? Temos que abrir os olhos e também ouvir o que está acontecendo”, declarou.

Em seguida, o parlamentar apresentou o resultado da fiscalização que ele realizou no CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) do Jardim Moema, juntamente com o vereador Kaká (PSDB). Ele se queixou que apenas cortaram a grama no local. “O local só precisa de um eletricista e um pedreiro para começar a funcionar. Daqui a pouco será mais um prédio abandonado. Não tem como o CREAS estar operando nove meses em um local temporário, onde os psicólogos atendem sem computador. Estão na época do papiro”, repreendeu Della Motta, que já visitou o CREAS cinco vezes.

Por fim, o vereador comentou sobre o retorno ao Centro Comunitário do Jardim Aeroporto, onde computadores continuam ociosos. Por causa disso, ele irá realizar uma representação no Ministério Público para tentar resolver o problema. “Poderia ser feita a inclusão digital de crianças e idosos”, finalizou Della Motta.

 

3) Kaká comenta falhas na saúde e demora na inauguração de creches

 

O vereador Kaká (PSDB) foi outro que utilizou seu tempo na Tribuna para comentar as falhas na saúde municipal (veja mais aqui: https://franca.sp.leg.br/noticias/2019/09/problemas-na-rede-de-saude-sao-tema-da-tribuna). Ele relata que auxiliou uma mulher de 26 anos a conseguir uma vaga na UTI da Santa Casa, mas já era tarde demais e ela morreu, deixando duas crianças. “O vereador faz a sua parte, e o melhor possível. Se eu não tivesse dado meu melhor, teria ficado com peso na consciência”, disse.

O parlamentar também discursou sobre a vagareza na entrega de creches em construção no município de Franca. “É uma via sacra: você luta e questiona, e, quando volta ao local, está tudo do mesmo jeito. Só iremos parar de visitar os locais quando as creches forem inauguradas”, prometeu Kaká.

O vereador, auxiliado por apartes do parlamentar Della Motta (Podemos), destacou a situação de diversas creches visitadas recentemente. A do Esmeralda está com obras avançadas; a do Cambuí teve os trabalhadores transferidos para a construção de outra creche; a do Paraíso está pronta, mas não inaugurada; a do Martins / Eldorado deve ser entregue no próximo dia 15; a do São Jerônimo está próxima de ser concluída, mas só há um funcionário trabalhando nas obras. A pior situação é a da creche do Jardim Tropical, cujas obras estão paradas há quatro meses. Os parlamentares vão questionar os motivos ao governo federal.

 

4) Adérmis Marini cobra mais vagas em creches e apuração de morte na rede pública

 

Como os demais parlamentares que fizeram uso da Tribuna, o vereador Adérmis Marini (PSDB) prestou solidariedade a Márcia Ribeiro, noiva de Alexandre Martinez (veja mais aqui: https://franca.sp.leg.br/noticias/2019/09/problemas-na-rede-de-saude-sao-tema-da-tribuna). Ele afirmou que protocolou Requerimento (confira documento no link: https://sgl.franca.sp.leg.br/Visualizar?id=96993) cobrando a devida apuração do caso.

Adérmis também repercutiu fala do vice-prefeito Frank Pereira (DEM), proferida mais cedo na Tribuna (veja aqui: https://franca.sp.leg.br/noticias/2019/09/vice-prefeito-revela-falhas-do-portal-da-transparencia), de que há cerca de quatro mil crianças na cidade esperando por vagas em creche. “A gestão do prefeito Gilson de Souza (DEM) precisa acelerar o processo de disponibilização de vagas. Além disso, há R$ 6 milhões em obras do governo federal que a Prefeitura agora terá de arcar. Precisamos apurar como ficará essa situação”, recomendou.

O parlamentar também parabenizou o Uni-Facef (Centro Universitário de Franca) pelo reconhecimento do seu curso de medicina pelo Conselho Estadual de Educação e elogiou a realização de duas audiências públicas na noite de ontem (confira no link: https://franca.sp.leg.br/noticias/2019/09/populacao-discute-expansao-urbana-e-bueiros), 09, sobre bueiros com cestos coletores e expansão urbana, respectivamente. “Tivemos a participação da Udecif e do Observatório Social. As audiências públicas são importantes pela participação social e sugestões que recebemos”, comentou Adérmis. Em aparte, o vereador Carlinho Petrópolis Farmácia (MDB), que presidiu os eventos, afirmou que se todos os habitantes fizessem sua parte, não haveria alagamentos. “Trabalhamos para o melhor da cidade”, disse Carlinho.

O discurso dos vereadores pode ser conferido pelo Youtube (https://youtu.be/0IMkEtYLIRo?t=5711) e pelo Facebook (https://www.facebook.com/camaradefranca/videos/2421507458134746/).

 

(Comunicação Institucional Câmara)