Vereadores na Tribuna – 13/08/2019

Vereadores acompanham a 28ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Franca

Confira abaixo um resumo do discurso de cada um dos vereadores que usaram a Tribuna no Expediente da 28ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Franca, que ocorreu na manhã de hoje, 13.

 

1) Pastor Otávio Pinheiro alerta para falta de vacina antirrábica

O vereador Pastor Otávio Pinheiro (PTB) iniciou seu discurso na Tribuna informando que o Ministério da Saúde não tem disponibilizado a vacina antirrábica para o município de Franca. Segundo o parlamentar, a prioridade do governo federal é suprir a demanda das regiões Norte e Nordeste do Brasil, onde há uma incidência maior da raiva. A vacina, então, só seria entregue a Franca em novembro deste ano, o que pode adiar as campanhas de vacinação para 2020. “Uma dose da vacina em clínicas de Franca custa entre 40 e 60 reais. É preocupante, porque a maioria da população que tem animais não vai desembolsar esse dinheiro”, comentou.

Pastor Otávio também lamentou o cancelamento do Passeio Franca-Restinga deste ano, depois de ter sido realizado por 36 anos. “Espero que a administração municipal encontre uma maneira para que o Passeio continue acontecendo”, desejou. Por fim, o vereador convidou os demais parlamentares e toda a população de Franca para prestigiar a sessão solene em virtude do Dia do Advogado. A solenidade ocorre amanhã, 14, às 20h, no Plenário da Câmara.

 

2) Della Motta denuncia superlotação de ônibus na Estação

O vereador Della Motta (Podemos) utilizou a Tribuna para criticar a superlotação de ônibus no terminal do bairro Estação. Ele mostrou um vídeo gravado por um munícipe, que exibe uma quantidade excessiva de usuários entrando num dos veículos de transporte coletivo da cidade. De acordo com o parlamentar, o problema teria se originado porque a Empresa São José cancelou alguns horários de ônibus para implantar a Linha do Trabalhador. “Eu também não vi ainda o início da reforma. Vai cair aquilo lá, é lamentável. Tem que haver uma advertência para a São José”, cobrou.

 O parlamentar também informou sobre reunião que realizou em São Paulo, juntamente com o deputado estadual Roberto Engler (PSB), para solicitar ao governo do Estado um estande de tiro para a Polícia Militar de Franca. “Somos um batalhão de escola formadora. Temos que utilizar a estrutura de Batatais atualmente. O estande vai evitar esse transporte e facilitar a vida da PM na cidade”, opinou Della Motta.

 

3) Cristina Vitorino exige mais participação política das mulheres

A vereadora Cristina Vitorino (PRB) discursou na Tribuna, primeiramente, sobre os 13 anos da Lei Maria da Penha. “A Maria da Penha teve a coragem de denunciar. Ela fez a parte dela. Agora, cabe a cada uma de nós fazer o seu papel, que é lutar”, conclamou a parlamentar, salientando que há muito a ser feito. Por exemplo, ela criticou o fato de que, mesmo as mulheres denunciando mais as agressões, elas tem de voltar para casa e dividir espaço com agressores. Cristina também apresentou a campanha Do Luto à Luta, em prol do fim da violência contra a mulher. Ela citou algumas estatísticas sobre o tema, informando que a cada 7,2 segundos uma mulher é vítima de violência física, e, a cada dois minutos, uma mulher é vítima de assédio. A vereadora, então, informou que serão realizadas pequenas ações ligadas à campanha na cidade de Franca.

Por fim, ela também cobrou mais participação política das mulheres francanas. “Sou uma só, mas estou na Tribuna para dizer que estou aqui, representando todas as outras. As mulheres formam a maioria no eleitorado, e precisamos despertar. Necessitamos ser duas, três, quatro, dez na Câmara. Vamos arregaçar as mangas e partir pra cima. Chega de dor e sofrimento. A mulher tem o direito de ser feliz”, finalizou Cristina.

 

4) Adérmis Marini cobra repasse de destinação de Imposto de Renda a entidades

O vereador Adérmis Marini (PSDB) começou seu discurso na Tribuna parabenizando a munícipe Regiane Faleiros, pela realização do projeto “Pequeno Amigo”. O projeto atende 150 pessoas da região Leste da cidade, com atividades destinadas a crianças e atenção a pais e responsáveis que passam por dificuldades financeiras. “Parabéns, Regiane. Franca é uma cidade em que a solidariedade está presente na vida das pessoas”, comentou.

O parlamentar contou que, em visita realizada a entidades do município, juntamente com os vereadores Marco Garcia (Cidadania), Ilton Ferreira (DEM), Kaká (PSDB) e Della Motta (Podemos), uma das principais queixas é o não encaminhamento pela Prefeitura das destinações do Imposto de Renda. “As entidades tem necessidades. Estamos apresentando um Requerimento questionando o governo municipal e esperamos que ele agilize a transferência de recursos”, finalizou Adérmis.

O discurso dos vereadores podem ser conferidos pelo Facebook (veja aqui: https://www.facebook.com/camaradefranca/videos/2338745166211251/) ou pelo Youtube (link: https://youtu.be/Tgru8ysEufM?t=4629). 

 

(Comunicação Institucional Câmara)