Vereadores na Tribuna – 11/06/2019

Vereadores e público acompanham a 19ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Franca

Confira abaixo um resumo do discurso de cada um dos vereadores que usou a Tribuna no Expediente da 19ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Franca, que ocorreu na manhã de hoje, 11.

 

1) Pastor Otávio Pinheiro abre mão de ser líder do prefeito na Câmara: “Continuaremos o trabalho da mesma maneira”

 

O vereador Pastor Otávio Pinheiro (PTB) utilizou seu tempo na Tribuna para afirmar, primeiramente, que não é mais o líder do prefeito Gilson de Souza (DEM) na Câmara.  O parlamentar manteve a função por aproximadamente dois anos na Casa de Leis. “Já contribuí o necessário como líder na defesa do prefeito. Somos quinze, e qualquer outro vereador poderá ser a liderança do Gilson aqui na Câmara. Continuaremos nosso trabalho da mesma maneira, apoiando e reivindicando o que for necessário”, afirmou.

Pastor Otávio também elogiou a Prefeitura pela instalação de lombada no cruzamento Rua Goiás com a rua Modestino Gomes e de conjunto semafórico na Avenida das Seringueiras, próximo ao acesso ao shopping pela Prefeitura. “Tanto a lombada quanto o semáforo trarão mais segurança a quem transita nos locais”, finalizou o parlamentar.

 

2)      Kaká elogia obras em creche e no Parque Progresso: “Nota 10 à Prefeitura e nota 100 à comunidade”

 

Em seu discurso na Tribuna, o vereador Kaká (PSDB) falou de duas visitas que realizou recentemente com o vereador Della Motta (Podemos). O parlamentar enalteceu a ação da Prefeitura ao reparar alambrado de uma quadra no Parque Progresso, “Dou nota 10 à Prefeitura e nota 100 à comunidade do Progresso, a qual fez a parte dela e cuidou da quadra, dando oportunidade para as crianças do bairro utilizarem a área de lazer”, opinou.

Em seguida, o parlamentar comentou sobre a excelência da gestão Creche Bom Pastor, no Jardim Santa Bárbara, aplaudindo também o fato de as crianças estarem uniformizadas, o que as ensina a ser disciplinadas. No entanto, pontuou falhas do Poder Executivo em fornecer insumos à instituição. “Lá estão faltando materiais didáticos e produtos de higiene. A Prefeitura precisa dar um respaldo”, reclamou.

 

3)      Della Motta denuncia sala digital ociosa e uso indevido de carro público: “É uma pena esse descaso”

 

Duas denúncias foram o centro do discurso do vereador Della Motta (Podemos) na Tribuna. Primeiramente, ele apontou que uma sala digital do Centro Comunitário do Jardim Aeroporto III conta com equipamentos sem uso, incluindo 12 computadores, impressoras, TVs e ar condicionado. A visita ao local foi feita em conjunto com o vereador Kaká (PSDB). “É uma sala apta a desenvolver a inclusão digital. É uma pena esse descaso. Crianças carentes estão sendo prejudicadas”, queixou-se. Em aparte, o vereador Claudinei da Rocha (PSB) esclareceu que essa sala faz parte de um projeto do Estado e que cobrou providências do governo, mas não obteve retorno. Della Motta sugeriu, então, que os computadores fossem doados às escolas municipais. Em aparte, o vereador Nirley de Souza (PP) afirmou que os computadores foram doados ao município e que as aulas já estão sendo organizadas.

Além disso, Della Motta também comentou denúncia que recebeu sobre comissionados da Prefeitura terem utilizado um carro da Prefeitura para irem a bares. “O carro do Poder Público tem que ser identificado, senão vai virar farra e o nosso dinheiro vai por água abaixo”, disse. O vereador informou que irá encaminhar o caso ao Ministério Público. 

 

4)      Adérmis Marini defende licitação do transporte: “A maior vaia é da minha consciência”

 

Em sua fala na Tribuna, o vereador Adérmis Marini (PSDB) parabenizou o vice-campeonato do time Franca Basquete no campeonato NBB (Novo Basquete Brasil). “É emocionante ver o Pedrocão lotado e todos gritando o nome da cidade”, comentou. Em seguida, ele criticou a postura do prefeito Gilson de Souza (DEM), que não agiu a tempo para abrir um certame que escolhesse uma empresa responsável pelo transporte coletivo da cidade.  “Não tenho medo de vaia, a maior vaia que posso levar é da minha consciência. O certo é abrir uma licitação”, posicionou-se.

O parlamentar aproveitou para agradecer os vereadores por derrubarem, na semana passada, veto do Prefeito ao projeto de sua autoria, referente à produção de relatórios de viagem pelo Poder Executivo. Por fim, Adérmis concordou com Della Motta e defendeu identificar os carros oficiais do Executivo, o que já é feito pelo Legislativo local. “Se o cidadão vai num bar tomar cerveja com carro oficial, qualquer cidadão pode filmar e denunciar”, afirmou. Em aparte, o vereador Marco Garcia (Cidadania) sugeriu que os carros também trouxessem a informação de que são de uso exclusivo para a prestação de serviços à Prefeitura, ideia com a qual Adérmis concordou.

Os discursos dos vereadores podem ser conferidos na íntegra pelo canal da Câmara no Youtube, através do link: https://youtu.be/9ImiRHMo0c8?t=5363.

 

(Comunicação Institucional Câmara)