Débitos com faculdades podem integrar Refis

Débitos com faculdades podem compor Refis

Uma iniciativa das comissões de Justiça e Redação e Finanças e Orçamento, da Câmara Municipal de Franca, poderá beneficiar milhares de pessoas que se encontram em débito com o governo municipal.

A sugestão das comissões, cujos presidentes são, respectivamente, Corrêa Neves Júnior (PSD) e Pastor Otávio Pinheiro (PTB), é que os débitos dos cidadãos com as faculdades municipais possam fazer parte do REFIS, que permitirá o perdão e o parcelamento das dívidas com a Prefeitura.

O projeto de lei, de autoria do Poder Executivo, será votado em breve pela Câmara e poderá privilegiar, além de débitos com tributos municipais, os munícipes que estejam inadimplentes com o Centro Universitário UniFacef e a FDF (Faculdade de Direito de Franca).

“São muitas pessoas em débito e, em comum acordo com o presidente da Comissão de Justiça e Redação, Corrêa Neves Júnior, decidimos apresentar esta proposta para complementar o projeto do REFIS”, afirmou Pastor Otávio.