Conselho pede contratação para ação social

Conselho pede contratação para ação social

Foi protocolado na Câmara Municipal de Franca um ofício público e conjunto do Conselho Municipal de Assistência Social de Franca — CMAS, Fórum de Trabalhadoras e Trabalhadores do SUAS da Região de Franca (FORTTSUAS-RF), com apoio do SINDSERV, contendo nota pública conjunta da entidades, para ciência e providências cabíveis quanto ao serviço social no município de Franca.

A nota foi envidada para órgãos representativos, como a Câmara Municipal, Prefeitura de Franca, Secretaria de Ação Social, Ministério Público, Defensoria Pública, Secretaria de Recursos Humanos e Diretoria de Assistência Social do Estado.

Na nota pública, as entidades representativas, diante da homologação do Concurso Público da Prefeitura de Franca n°01/2018, defendem a contratação imediata de servidores para as Unidades Estatais e setores públicos de assistência social de Franca.

Segundo elas, as contratações são necessárias “para sanar a grave defasagem de profissionais que precariza a oferta dos serviços públicos e limita o acesso da população ao direito à Política de Assistência Social”.

O alcance dessa política pública, afirma a nota conjunta, somente é possível com o número de profissionais suficientes em relação ao número de famílias e indivíduos referenciados, ao tipo de atendimento e às aquisições que devem ser garantidas, conforme estabelecido pelas normativas.

O presidente da Câmara, Donizete da Farmácia (PSDB), afirmou que buscará mais informações a respeito do assunto, mas que é defensor das políticas públicas de Assistência Social adotadas pela Prefeitura e de novas ações que possam ser implementadas. “Sou a favor de tudo que soma para o bem-estar da população”.

Imagem: GCN