Câmara homenageia doutora Joana D´Arc Felix

Câmara homenageia doutora Joana D´Arc

A Câmara Municipal de Franca prestou, nesta terça-feira, homenagem à professora, doutora e mestre Joana D´Arc Félix de Souza, com a entrega de Moção de Aplausos e Congratulações à ilustre francana.

O autor da homenagem, vereador Pastor Sérgio Palamoni (PSB), fez questão de falar sobre o currículo de Joana. “Ela é merecedora, por suas impressionantes conquistas e por sua influência aos alunos do curso de Química da ETEC Prof. Carmelino Corrêa Júnior”, disse o vereador.

“Estou muito emocionada. Eu simplesmente utilizei tudo que passei, como preconceito e humilhações, como ferramentas para buscar meus objetivos na vida. Não desisti, porque queria conhecimento”, disse a homenageada.

Joana D'Arc possui um histórico admirável de conquistas e superação, tendo iniciado seus estudos aos quatro anos, através da patroa de sua mãe. Venceu todas as dificuldades e iniciou sua graduação aos 14 anos na Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP, onde conquistou o título de Bacharel em Química Tecnológica em 1986. 

Recebeu os títulos de mestre e doutora aos 23 anos, o que abriu portas para que ela ingressasse no curso de pós-doutorado da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, e recebesse o título de PhD em química.

“Por seu intuito de prezar pelo meio ambiente e auxiliar na qualidade de vida das pessoas, a professora Joana D'Arc continua acumulando conquistas, tendo recebido mais de 70 prêmios em congressos e concursos voltados à sua área de atuação”, disse Palamoni.

Atualmente, a professora ministra aulas no curso técnico da ETEC Prof. Carmelino Corrêa Júnior e conseguiu, através de parcerias com cortumeiros e faculdades da cidade, montar um laboratório de iniciação científica, que além de desenvolver projetos reconhecidos nacional e internacionalmente, conseguiu motivar seus alunos e reduzir a evasão escolar a quase zero. “Os professores, muitas vezes, precisam parar de reclamar da vida e fazer a diferença na vida de seus alunos, porque é possível fazer isso”, disse a professora Joana.

Seu mais recente projeto é o desenvolvimento de uma pele similar à humana feita através da derme de porcos. O objetivo é auxiliar no abastecimento de bancos de pele, além de reduzir o custo de pesquisa, já que a matéria-prima é de baixo custo. 

O trabalho está entre os 11 projetos no Museu do Amanhã no Rio de Janeiro, através do Inovanças - Criações à Brasileira. “Sendo assim, por toda a história de superações, pela trajetória de contribuições científicas relevantes, por levar o nome de Franca pelo país e para o mundo, professora Joana é merecedora desta nossa singela homenagem”, disse Pastor Palamoni.